A política ambiental do Grupo tem dois objetivos: reduzir o impacto ambiental de suas atividades e promover uma utilização racional e otimizada dos recursos naturais e energia.

No coração do sistema, o Banco também gera impactos sobre o ambiente através da sua atividade. Consciente desta responsabilidade, o Société Générale pretende seguir com sua política de desenvolvimento sustentável em todos os aspectos do seu negócio, tendo em conta critérios ambientais nas atividades internas.

A redução do nosso rastro ambiental
Com relação à redução de emissões de gases, o Société Générale implementou um mecanismo de incentivo de que se baseia explicitamente na criatividade das suas equipes: deu resultado, o Grupo é um dos primeiros bancos a ter implementado, em 2011, um “imposto sobre o carbono interno”, no valor de 10 euros por tonelada emitida. Os recursos levantados nas unidades de negócio são utilizados para financiar iniciativas de eficiência ambiental interna.

Este plano gerou entusiasmo entre os funcionários, e em 2013, das 53 iniciativas que foram desenvolvidas, 28 foram selecionadas, concedendo um montante global de 2,6 milhões de euros. Estas iniciativas compensam até 1% nas emissões de gases de efeito estufa do Grupo. Em 2014, o orçamento para tais iniciativas internas cresceram para 3,2 milhões de euros.

O Société Générale está empenhado em uma busca contínua de desempenho energético dentro de seus escritórios e tem como objetivo aumentar em 15% o desempenho energético de seus escritórios ao longo de três anos.

A política ambiental do Banco está focada em implementar medidas para diminuir o consumo de água, transportes (pessoal, comutação ou de mercadorias), além de otimizar o consumo de papel e a valorização de resíduos.

Deux collègues discutent debout dans un bureau